LLibertat

Formação com equilíbrio Mental e Físico

Coaching & Negócios - 26/05/2015 12:03:43

Liderar é a capacidade de conduzir um grupo de pessoas transformando-as em elementos vivos que trazem os melhores resultados. Como uma habilidade, a liderança é desenvolvida através do conhecimento e de sabedoria. O conhecimento é necessário para ampliar novos horizontes, conhecer novas técnicas, entender o grupo, e a sabedoria para avaliar em quais situações podemos aplicar o conhecimento alcançado.

O papel dos líderes é fundamental nas empresas. Mais que apenas alguém que tem o poder nas mãos, o líder deve ser reconhecido como tal pelos que o cercam. os tipos mais comus de líderes são:

  1. Líder Autocrático ou Autoritário: basicamente é desempenhado levando-se em consideração apenas as opiniões do gestor, ou seja, as decisões e o modo de execução das tarefas é estabelecido sem a intervenção do grupo. O líder é conhecido como Dominador, e as consequências se refletem sob forma de insatisfação dos colaboradores que não desenvolverão um trabalho a contento. As críticas e elogios são feitos de forma pessoal e não profissional. Ainda como consequência, há a falta de mobilização dos liderados pois o líder está a frente de tudo. Em algumas situações, quando o grupo é imaturo ou os funcionários ainda não foram treinados oua ainda quando as tarefas são operacionais pode ser utilizada esta liderança, com a ressalva de que deve-se estar atento ao feedback de forma profissional e não pessoal.
  2. Líder Liberal: pode ser um modelo desenvolvido com equipes bastante desenvolvidas e com maturidade emocional para desempenhar suas funções. O líder tem uma participação mínima no processo e o grupo possui total liberdade para trazer inovações e colocar em ação a criatividade. Isto não quer dizer que o líder deva se ausentar e se isentar das suas responsabilidade, pois deve dar suporte e direcionamento para a euipe, intervindo quando necessário, caso contrário, será considerado como negligente e desinteressado podendo ser conhecido como Evasivo.
  3. Líder Democrático: o papel da liderança é o de Facilitador, estimulando e motivando o grupo a atingir os melhores resultados. tem como papel fundamental oferecer mais alternativas a serem seguidas, orientando, aconselhando e conduzindo a equipe. O grupo participa das decisões, divisões de tarefas, programando o trabalho. A forma de agir é a utilização da ferramenta do feedback, portanto é considerado apenas reais acontecimentos observando o desenvolvimento profissional, focando em melhorias constantes.
  4. Líder Situacional: é um modelo ideal para os momentos de crise. O gestor delega as atividades de acordo com as aptidões dos colaboradores, por isso é fundamental conhecer os pontos fortes e fracos de cada um. De acordo com a teoria de Paul Hersey e Kenneth Blancard, desta relação é que se torna possível classificar a maturidade dos colaboradores.

Independente do tipo de liderança, o profissional que assume a responsabilidade de gerir um grupo deve ter algumas características, que podem ser trabalhadas: inspirar, delegar, ousar, trabalhar, foco, desenvolvimento da equipe, visão de futuro, saber priorizar, dar feedback, e ter criatividade. O coaching pode desenvolver as competências necessárias para a liderança. Avaliando os benefícios alcançados, o Leader Coach  atua para que o resultado seja alcançado e que a equipe desenvolva todo seu potencial.

 
 

Credenciais Internacionais