LLibertat

Formação com equilíbrio Mental e Físico

Bate Papo - 01/05/2017 15:13:10

 

Há muito tempo descobri que uma das melhores maneiras de viver, é aprender a se observar. Observar a si mesmo ajuda a entender quem você é e qual o seu propósito no mundo. Saber qual é a nossa missão no mundo e, ao mesmo tempo, ter escolhas pode mudar a vida. 

Nossas ações são baseadas no que conhecemos. Nossas escolhas são baseadas em nossas ações. Conhecimento é algo que se expande a cada minuto que vivemos. Somos aprendizes de nós mesmos.

Nossa percepção de quem somos é formada no relacionamento que temos conosco e com os outros. Podemos entender que, se tivermos recebido desde a infância inputs ou críticas positivas a nosso respeito, a tendência é que nos tornemos adultos confiantes, com boa autoestima, e um amor próprio capaz de enfrentar os obstáculos que surgem no caminho. Ao contrário, inputs ou críticas negativas farão adultos inseguros, com baixa estima e com dificuldades emocionais. Ao deixarmos de perceber que somos seres em evolução e dignos de amor, partimos para busca do amor externo, ou seja fora de si mesmo. Procuramos primeiro o amor do outro e não o amor próprio. E este passo pode ser tornar um hábito inconsciente e doloroso.

O amor é energia universal que move o mundo. Por amor transformamos o universo e mudamos conceitos. Aprendemos a nos perdoar. Aprendemos a nos amar com o tempo e a medida que aprendemos a nos tornar o nosso melhor amigo.

E o que você fala, pensa ou ouve deste você? Críticas ou elogios? Cuidados ou maus-tratos? Você é realmente o seu melhor ou pior amigo?

Bom, eu realmente quero convidar você a experimentar uma lista de coisas que pode ajudá-lo na transformação do seu papel como seu melhor amigo. Leia e pratique:

1.   Deixe de se criticar o tempo todo! Pare de se chamar de burro, idiota, imbecil quando falha. Errar faz parte do processo de aprendizado. Estamos aqui para experimentar a vida.

2.   Tenha confiança em Deus e pare de se assustar! Ter medo o tempo todo pode paralisar você e impedi-lo de alcançar seus objetivos. Quando criança, fomos ensinados que o bicho papão virá nos buscar se não formos bons o suficiente, que o doutor vai dar uma injeção se não nos comportarmos, que alguém irá nos castigar se errarmos... Se você não confiar em si mesmo, estará desconfiando que Deus realmente a ama e a empoderará do que for necessário para viver.

3.   Seja amável, gentil e paciente com você! Trate a si mesmo como trata quem você diz que ama. Seja um namorado, marido, filho, pai ou mãe, amamos alguém de forma especial e tratamos esta pessoa com a maior delicadeza possível. Faça o mesmo por você!

4.   Pense com bondade a seu respeito! Ser bondoso é ser bom consigo, compreendendo que estamos em um processo evolutivo para se afastar do mal que existe em nós. É perceber seu lado mais puro da equação frente a um problema e ressaltá-lo. Aprenda a se cuidar, fazendo o que é melhor para você!

5.   Relaxe! É normal sentirmos a tensão por não fazermos tudo a todo o tempo. O mundo atual parece exigir que sejamos impecáveis a todo o tempo. Isto cria tensão muscular, que ocasiona dores pelo corpo. Aprenda a respirar. A respiração é fundamental para o equilíbrio. Experimente.

6.   Medite! Esvaziar a mente de preocupação e torna-la sua aliada nesta jornada é o melhor caminho para viver mais e melhor.

7.     Elogie-se! Compreenda que a vida é feita de inúmeras propostas e oportunidades, e que para viver melhor com quem queremos nos tornar, é necessário dar feedbacks a si mesmo. Fale para você mesmo as suas qualidades. Anote-as em um papel e leia todos os dias. Agradeça simplesmente quando ouvir um elogio e deixe de dizer “ são seus olhos”.

 

Que tal começar agora?

Credenciais Internacionais